Corpsegrinder – Corpsegrinder (2022)


O vocalista George Corpsegrinder da emblemática banda Cannibal Corpse lançou em Fevereiro seu álbum homônimo, que marca a estreia do cantor em carreira solo.


Juntando o que existe de mais pesado no metal extremo, Corpsegrinder misturou thrash, death metal e hardcore inserindo toneladas de peso e agressividade dando um resultado brutal e visceral. Produzido por Jamey Jasta vocalista do Hatebreed e por Nick Bellmore baterista que já passou pelo Toxic Holocaust é que atualmente toca na banda de Dee Snider o álbum agrada do início ao fim, estamos diante de dez faixas que duram pouco mais de trinta minutos de uma fúria brutal, e que no final das contas deixa um gosto de quero mais, um ponto positivo de valor na concepção do álbum.


Estamos diante de um álbum sólido, coeso e intenso e que embora não traga nada de novo, cumpre sua função com excelência, talvez tirando a capa que é realmente de gosto duvidoso, o conteúdo que é o mais importante vale muito a pena.
@georgecorpsegrinder

Compartilhe
pt_BRPortuguês do Brasil